quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Sólidos Pensamentos





Sólidos Pensamentos
Cristiano Silva



Eu em meu recanto mais pacato


Na ausência de um amor


Fico horas admirando a paisagem

Marcas dos dias que vão com minha paz.


Na chegada noturna

Sólidos pensamentos em temor

Um pesadelo me atormenta de passagem

Fico em transe imaginando uma viagem

E ao meu redor um novo mundo se faz.


Intolerante como a luz clara escura da lua

Que ilumina as sombras espectrais

Vultos aterrorizam em minha retina

Adrenalina, opio, morfina, loucura

Gritos súbitos do perigo de um monstro atroz.


Que aterroriza a todos

Na passagem para a realidade

Quando a umbra se desfaz

E volto à realidade.


Com as mãos manchadas de sangue

Pedaços expostos em todos lugares

A sensação da monstruosidade

Que habita no íntimo de cada ser.



Nenhum comentário:

Postar um comentário